Sunday, December 22, 2013

I Do - Eu Faço

I do it for my daughter and my son. I do it for my grandma and her mom.
I do it today as I learned it tomorrow, what will be before time and sorrow.
I do it independently and in communion, I do it for freedom and union.
I do it for my husband and his family. I do it for my neighbors regardless of their names.
I do it for justice, I do it equally. I do it for focus and my sanity.
I do it when I fall and when I get up. I do it before dawn and when the champagne pops.
I do it for children and their essence, I do it passionately holding onto their innocence.
I do it for mold breaking, to challenge, to change. I do it with all my love and when my heart is aching.
I do it for men and women, I do it with no torture. I do it for their pure semen and the world culture.
I do it organically, genetically unmodified. I do it unartificially, I do it bonafide.
I do it creatively despite your judgement, I do magically, preserving the sentiment.
I do it instinctively honest, because there is no reason to lie, I do it gracefully whole, for time must die.
I do it in meditation,  when I shower, when I sleep. I do it in silence, when I sing and dive deep.
I do it frequently, unapologetic as there is no shame. I do it for you, your growth, and because we are the same.
I do it when I dance with my soul in a trance.
I do it for the thieves, for killers, for whores. I do it in plain sight outdoors.
I do it with no flaws, no sins, no outcast. I do it when I forget the past.
I do it socially, politically and in death. For social and political issues, too, shall pass.
I do it for myself, there is nothing else. I do it within nature, the elements and the Celts.
I do with God, in God's great joy and perfection. I do it confident of his infinite wisdom and protection.
Love, Dja
Eu o faço por minha filha e meu filho. Faço-o por minha avó e a mãe dela.
Faço-o hoje como eu aprende amanhã , o que será antes de se fazer o tempo e a tristeza.
Eu o faço de forma independente e em comunhão , eu o faço por liberdade e união.
Eu o faço para o meu marido e a família dele. Faço-o para meus vizinhos , independentemente do nome deles.Eu o faço por justiça , o faço igualmente . Eu o faço por clareza e sanidade presente.Eu o faço quando caio e quando levanto . Faço-o antes do amanhecer e quando abro um champanhe.Eu o faço para as crianças e sua essência , Faço-o para guardar sua inocência .Eu o faço para quebrar moldes, para desafiar o definido, para mudar . Faço-o com todo o meu amor e quando meu coração está a chorar.Eu o faço para homens e mulheres , e o faço sem tortura. Faço-o por um sêmen puro, e a nossa cultura.Eu o faço de forma orgânica, sem modificação genetica. Faço-o sem artificialidade , faço-o genuinamente.Eu o faço de forma criativa , apesar de seu julgamento, faço-o por inspiração , preservando o sentimento.Eu o faço instintivamente honesto , porque não há nenhuma razão para mentir , em fazê-lo graciosamente todo, faz-se o tempo morrer.Eu o faço na meditação, quando tomo banho, quando vou dormir. Faço-o em silêncio, quando eu canto e quando mergulho profundo .Eu o faço com freqüência, sem remorso, pois não há vergonha, nem pecado. Faço-o por você, teu crescimento, e porque somos o mesmo, interligados.Eu o faço quando danço com a minha alma em transe.Eu o faço para os ladrões, assassinos, pelas prostitutas. Faço-o em plena luz do dia, sem culpas.Eu o faço sem falhas , sem erros, sem exilados. Faço-o quando esqueço o passado.Faço-o socialmente , politicamente e na morte. Assim que, questões estas , sociais e políticas , também virá de morrer.
Eu o faço por mim mesma, pois não há mais nada . Faço na natureza , com os elementos e os celtas .Eu o faço com Deus, em sua grande alegria e perfeição. O faço confiante de sua sabedoria e infinita proteção.
 
Com Amor, Dja

Tuesday, December 17, 2013

Indiferença - Idifference

"O oposto do amor não é o ódio, mas a indiferença."
-Érico Veríssimo
"The opposite of love is not hate, but indifference."
-Érico Veríssimo

Friday, December 13, 2013

Beautiful Flowers - Lindas Flores



Thank you! Love, Dja

Thank you! Love, Dja

Thank you! Love, Dja

Staring at me is the impossible made possible, and it has so many times...
Humbled by these flowers presence,
Namaste, Dja

Wednesday, December 11, 2013

Presence - Presença

Welcome the presence within you... Initially it feels like a far away though, a whisper... It has the knowledge of 'everything' that Is. It knows indeed there is nothing else... You've always known of it's ancient wisdom, let it remind you. It's there, waiting for your permission and embracing will... 
Love, Dja 
Aceita esta presença dentro de você ... Inicialmente, ela parece ser um pensamento distante, um sussurro ... Ela tem o conhecimento de "tudo" o que é. Ela sabe de fato que não há mais nada ... Você sempre soube dessa sabedoria antiga, deixe que ela te lembre disso. Ela está lá, esperando por sua permissão e plena vontade de revê-la... 
Com Amor, Dja

Friday, December 6, 2013

Nelson Mandela

Obrigada Por Guiar Nossos Irmaos & Irmas Ainda Mais Proximos De Serem Verdadeiramente Livres...
Thank You For Leading Our Brothers & Sisters That Much Closer To Real Freedom...
Love, Dja _/\_ Namaste
 
''Grande Espírito eu humildemente te peço...
Enxuga as lágrimas da minha Mãe Africa
pois seu filho Papa Mandiba fez a travessia...
Te peço que do outro lado do rio o espere e diga para ele:
Bem vindo ao lar filho querido,sua missão foi cumprida!''

''Do fundo da noite que me cobre,
Preta como o Breu de lado a lado
Agradeço a todos deuses pelo nobre
Inconquistável espírito a mim dado.

No acaso todo das circunstâncias
Não me deixei cair nem gritar
Apesar de um estouro de ânsias
Minha cabeça sangra sem curvar

Além desse lugar de tristezas e insanos
Nada se vê, só o Horror desde cedo
E ainda assim a ameaça dos anos
encontra-me e encontrar-me-á sem medo

Não importa quantas vezes desatino
nem quantas vezes a vida me espalma
Sou o mestre e senhor do meu destino:
Sou o capitão de minha alma.''

-Nelson Mandela

 

Wednesday, December 4, 2013

Happy Birthday

A girl and a woman, forever friends whom I admire...
A crusader and a healer, inflicted wounds and exposed ill, your touch heals...
Serene and devastating, no one knows of such peace... They've heard stories.
Your caring and cruel words, navigating one's heart in search of love... And you found it right here.
Red sweet wine in your tongue -It stained my kisses, and all my poems with your presence...
You are the virtue in my perverted thoughts, they only long for your consent...
You've guided me with such an angel authority... I've accepted your blessings, and who would dare not to take your gifts?
Your sacred soup, coffee and tea, your perfect smile, your gentle wisdom, your chocolate eyes, your heart felt favorite songs, your romantic body, your lesson book, your soft voice, your magical herbs, your keen intuition, your self-respect...
Dear, I'm blessed with the gifts you are -thank you for sharing them with me..

Saturday, November 23, 2013

Luz - Light

Entre o amor e o amado, querido amigo guia que renasceu de pensamentos sanados...
Profundamente tocada pela beleza que desconhecia em mim mesma, entrego a ti esse tesouro para que o leves e o tragas, infinitamente presente aqui.  Te amo... Austro.
Love, Dja

Monday, November 18, 2013

Voce - You


Voce abracou os meus passos... Os que me levaram longe e os me trouxeram de volta.
Voce sorriu para mim como se tivesse andando ao meu lado pelas ruas distantes por onde vivo.
Voce deu boas vindas ao amor que falou de mim... Ao amor que teve a coragem de confiar em mim... Voce apertou a mao do homem de olhos azuis e o abracou como a teu filho. Voce me disse sem palavras e com todas elas que estava em paz com as escolhas que fiz, sem julgar-me, sem questionar-me, sem culpar-me, sem duvidar dos meus exitos... Voce paparicou meus filhos como se o tivesse feito por todos os anos que eles crescem sem os paparicos dos avos, de primos, de tios e tias... Voce que finalmente aceitou perdoar o pai que amo como a ti, podendo assim aceitar essa ultima parte de mim que andava sem teu acalanto. Voce que nao viu feio em nada que fiz, em nada que eu tenha dito, em nada que eu tenha rejeitado em mim mesma... Voce via a minha inocencia, ainda que esta tambem te fizesse traidor dela. Voce que sabia dos meus segredos, ria dos meus medos e dancava comigo no ritimo da musica de origem Nordestina. A serenata que fizeste para tua filha, na melodia da tua sanfona, sera' o forro' mais lindo que ja' escutei... Teu chinelo de couro e chapeu de touro, ainda guardam o cheiro da terra que chamo minha... Meu Dio, aparece vez ou outra pra tomar uma comigo, abencoar teus netos e filhos e aliviar essa ilusao de solidao... Obrigada por teu amor...
Te Amo,
Djanine

Wednesday, November 6, 2013

Call For Healing - Chamando A Cura

There is no place to go, no excuse to not take responsibility and participate in the clean up. We have done "impossible" things in the past, it should have thought us that when we put our minds to it, we will find and receive our miracles... This is calling for healing, not only the healing of the ocean, but our own....
Love, Dja



Não há nenhum lugar para ir que não seja 'estar aqui'. Não desculpa para não compartilhar desta responsabilidade e participar da limpeza. Nós fizemos coisas "impossíveis" no passado, deveria ter-nos ensinado que, quando colocamos nossas mentes em direção da cura, vamos encontrar e receber os nossos milagres ... Este quadro apresentado na forma está pedindo cura, não só a cura do oceano, mas a nossa íntima e profunda cura pessoal que é a 'do mundo'....  
Com Amor, Dja.

Saturday, October 19, 2013

Amar - Loving

¿Tu sabes amar? Yo estoy aprendiendo. Estoy aprendiendo a aceptar a las personas, Aun en las decepciones cuando huyen del ideal que tengo para ellas. Cuando me hieren con palabras o acciones impensadas. Es difícil aceptar a las personas como son, no ..como yo deseo sean… Es difícil, muy difícil, pero estoy aprendiendo… Estoy aprendiendo a amar, estoy aprendiendo a escuchar, escuchar con los ojos y oídos, escuchar con el alma… Escuchar lo que dice el corazón, lo que dicen los hombros caídos, los ojos, las manos inquietas el abrazo lejano. Escuchar el mensaje que se esconde entre las palabras superficiales. Descubrir la angustia disfrazada, la inseguridad enmascarada, la soledad encubierta. Penetrar la sonrisa fingida, la alegria simulada, la palabra exagerada. Descubrir el dolor de cada corazón Poco a poco, estoy aprendiendo a amar. Estoy aprendiendo a perdonar… Porque el amor perdona, escarba en la tristeza, curando las cicatrices que la incomprension y la insensibilidad grabaron en el corazón. El amor no alimenta heridas con pensamientos dolorosos, no cultiva ofensas, silenciando nuestra voz, anulando nuestra esencia. El amor perdona, olvida, extingue todo trazo de dolor. Paso a paso estoy aprendiendo a perdonar, a amar, estoy aprendiendo a descubrir el valor que representa cada vida, y todas las vidas. Valor enterrado por el rechazo, por falta de comprensión, cariño y aceptación, por las experiencias que nos forjan a través del dolor dejando huellas en el tiempo que atan al corazón. Estoy aprendiendo a ver, en las personas su alma, y las posibilidades que el Universo les dió. Estoy aprendiendo, pero como es lento el aprendizaje! Cómo, es difícil amar incondicionalmente… Tropezando, Cometiendo errores, estoy aprendiendo… Estoy aprendiendo, en este coqueteo con el aprendizaje que finalmente solo somos el recuerdo de un bello suspiro exhalado por un Creador.... 
-Autor desconocido

Con Amor,
Dja

Monday, July 1, 2013

To Not Forget - Para Não Esquecer

- Inspiration is the eye of infinity, creation, intuition, love, oneness, abundance and perfection...
What are you inspired by?
-Synchronicity is in love making when you share laughter, glances, touch, scents, movement, flow, mind, sound and breath...
Who do you make love with?
- Individuality is your perception of what, who God is...
Are you individual?
- Change is to experiment the same things in a different way...
How many things have you ever changed?
- Courage is the understanding of your human limitations, but never of your true self...
Who are you?
-Singing is the opening of portals into another dimension of now in which you and others may enter...
What melody do you sing to?
- Dancing is the crossing and entering of the soul, traveling the universe...
How many times have you crossed over?
__
Love, Dja





- A inspiração é o olho do infinito, da criação, intuição, do amor, da unidade, abundância e perfeição...
A tua inspira
ção vem de/do que?
-S
incronicidade é fazer amor quando você compartilha risos, olhares, toque, cheiros, movimento, fluxo, mente, som e respiração...
Com quem você faz amor?
- A individualidade é a sua percepção do que, quem Deus é...
Você
é individual?
- Mudar é experimentar as mesmas coisas de uma maneira diferente...
Quantas coisas você já mudou?
- Coragem é a compreensão e aceita
ção de suas limitações humanas, mas nunca do seu verdadeiro eu...
Quem é você?
-Cantar é  abrir portais para uma outra dimensão do agora, por onde você e outros podem entrar...
Que melodia você canta?
- Dançar é a passagem de entrada da alma numa viagem pelo universo...
Quantas vezes você já viajou?
__
Com Amor, Dja

Tuesday, June 18, 2013

Brasil - Brazil

ACORDA MUNDO - SOMOS TODOS IGUAIS
Podes Amar A Todos Sem Precisar De Governos...
Com Muito Amor, Dja



WAKE UP WORLD - WE ARE ALL THE SAME
You Can Love All Without The Need Of Government... 
Much Love, Dja

The Touching Images Of  Union - As Emocionantes Imagens De União
Lindas Luzes Dos Que Iluminam A Sua Propria Estrada, Iluminando Assim A Estrada De Todos... Emocionada!! Caminhando Com Voces Na Minha Alma... Com Amor, Dja ♥
_______________________
Pretty Lights Of Those Illuminating Their Own Road, And In Doing So, Illuminating The Road Of All... I'm Thrilled! Walking With You In My Soul ... Much Love, Dja ♥















Friday, June 7, 2013

One Or The Other - Um Ou Outro

Thoughts Of May  2013

First, I want to point out that there is no way out of living a dualistic reality while living in the world, and the perception of now of each individual. Unless, we reach enlightenment.
This very statement above, is dualistic in it's essence. So will be everything I ever write about, because I'm no more "closer" to the truth than any of you reading "me". Truth is really not subjective to each separated individual. Truth simply Is... Some of us are just starting to understand the simplicity of Love. It isn't learned in universities (you'll never get a degree on the subject of Love), it isn't a privilege of the rich (you certainly can't buy Love), it isn't a religion (religious or not, it won't interfere with Love), it isn't masculine nor feminine (gender is totally irrelevant when it comes to Love), it doesn't grow or die with time (in fact, time and death has nothing to do with Love), it can't be measured through psychology, philosophy, medical researches, science or history (these subjects are a means to perception, not Love). The list goes on, because the ego loves to complicate everything, fundamentally to keep us as far as possible from joining Love.
Love Is. That's the closest description of Love I've ever perceived, though I too, don't understand it as it Is beyond my human condition.
I could share my ego perception of Love, but what relevance would it have? In fact, Love has nothing to say, it Is. Love Is, what we all are, underneath... Yet we are "here" in the world, why? Assuming that the reason is to learn, then lessons are in everything. Every situation and every person I've ever met. When interacting with our brothers and sisters, either we come from the perception of the world (the ego) or we let go of everything we think we know... Judgement is one way we express what we think we know. The only use of judgement in the world is to separate. You judge me, I judge you and the cycle goes on. Perpetuating the separation. Intellectuals and our parents (I'm a parent and an intellectual) usually think they have the best judgement to place upon everything. After all, their dedication to their ideas and their children are un-doubtfully something from out of this world. Still, judgement is judgement, and that is something interesting to observe! If we know we are constantly being judged and judging, what's the lesson in it? I can't answer that for you, but to me the lesson is to alter my perception while experimenting and practicing non-judgmental awareness. Awareness will take you a long way, it's certainly true to me. The more aware of myself I became, the more some of my brothers and sisters would perceive me as un-aware of everything, and the attacks and hate grew more vicious. "They" often comment on the hate they see in "me", I often comment on the attacks I see in "them". Who is attacking whom and who's hate is it? It's Ours Or No One's...
We are all in this together, not separated.
In Love there is no separation...
The emotion that moved "me" to write this was hate, yet, in doing so I'm filled with Love...

In conclusion - No mama (s), you are mistaken... I am included in Love, not in hate. So are you and everybody else... Hate is only a distraction to not see Love, as is all other feelings we are more comfortable with admitting to feeling...
Love, Dja 


Em primeiro lugar, quero salientar que não há como não viver uma realidade dualista, enquanto estivermos  no mundo, e na percepção do agora de cada indivíduo. A menos que, nós possamos alcançar a iluminação.Esta mesma afirmação acima, também é dualista em sua essência. Assim sendo, desta forma, tudo o que eu escrevo, sobre qualquer coisa, parte deste princípio. Eu não estou mais "próxima" da verdade do que qualquer um de vocês lendo-"me". A verdade não é subjetiva a cada indivíduo separado. A verdade É, simplesmente... Alguns de nós está apenas começando a entender a simplicidade do Amor. Não se aprende nas universidades (você nunca vai conseguir um diploma sobre o tema do Amor), não é um privilégio dos ricos (você certamente não pode comprar Amor), não é uma religião (religioso ou não, isso não vai interferir com o Amor), não é masculino nem feminino (gênero é totalmente irrelevante quando se trata de Amor), não cresce nem morre com o tempo (na verdade, o tempo e a morte não tem nada a ver com Amor), não pode ser medido através da psicologia, filosofia, pesquisas médicas, ciência ou história (estes temas são um meio de percepção, não de Amor). A lista continua, porque o ego gosta de complicar tudo, fundamentalmente para nos manter o mais longe possível de podermos nos juntar ao Amor.O Amor É. Essa é a descrição mais próxima do amor que eu já percebi, embora eu também não entenda  o que realmente É além da minha condição humana.Eu poderia compartilhar a minha percepção do ego sobre o Amor, mas que relevância teria? Na verdade, o amor não tem nada a dizer, porque É. O Amor É, o que no fundo, todos nós somos... No entanto, estamos "aqui" no mundo, por quê? Supondo-se que o motivo seja para aprender, então as lições estão em tudo. Em cada situação e em cada pessoa que já conheci.  
Ao interagir com nossos irmãos e irmãs, ou partilhamos a partir da percepção do mundo (o ego), ou deixamos de lado tudo o que pensamos que sabemos... Julgamento é uma maneira de expressar o que pensamos que sabemos. O único uso do julgamento no mundo é o de separar. Você me julgar, eu julgo você e o ciclo continua. Perpetuando a separação. Os intelectuais e os nossos pais (eu sou mãe e uma intelectual) geralmente pensam que têm bom senso ao jugar tudo. Afinal de contas, a sua dedicação às suas idéias e seus filhos são, sem nenhuma dúvida, algo de fora deste mundo. Ainda assim, julgamento é julgamento, e isso é interessante de observar! Se sabemos que estamos constantemente a ser julgados e a julgar, qual é a lição nisso? Eu não posso responder isso por você, mas para mim a lição está em alterar a minha percepção ao experimentar, e praticar assim uma consciência não julgadora. O nosso auto-conhecimento nos levará num longo caminho, isto é certamente verdadeiro para mim. Quanto mais consciente de mim mesma eu estiver, mais alguns de meus irmãos e irmãs me percebem inconsciente de tudo, e os ataques e o ódio crescem mais vigorosos. "Eles" costumam comentar sobre o ódio que vêem "em mim", eu comento sobre os ataques que vejo "neles". Quem está atacando quem e de quem é o ódio? Ou É Nosso Ou Não É De Ninguém...  
Estamos todos juntos nessa, e não separados. 
No Amor não há separação... 
A emoção que "me" moveu a escrever sobre isto foi o ódio, mas, ao fazê-lo estou cheia de Amor...

Em conclusão - Não mãe (s), você está enganada ... Estou incluída no amor, e não no ódio. Assim como você e todos os outros... O ódio é apenas uma distração para não ver Amor, como são todos os outros sentimentos confortáveis ​​em admitir que sentimos...
Com Amor, Dja
 

Thursday, June 6, 2013

Turkey - Turquia - Türkei

Acorda Mundo!! O mundo acorda aos poucos, e pouco a pouco somos muitos... Quando muitos forem todos, seremos UM!!! 
Com Amor, Dja
"Muda, que quando a gente muda o mundo muda com a gente, a gente muda o mundo na mudança da mente, e quando a mente muda a gente anda pra frente, e quando a gente manda ninguém manda na gente. Na mudança de atitude não há mau que não se mude nem doença sem cura, na mudança de atitude a gente fica mais seguro, na mudança do presente a gente molda o futuro..."
- Gabriel O Pensador
 
 
Wake up World! The world wakes up slowly, and little by little we are many... When many becomes all, we are ONE!!
Love, Dja

Wednesday, May 29, 2013

Words - Palavras

 So many things happened this month, we would like to apologize for the absence lately. It's priority to share our experiences of love and/or lack of it, so that we can continue to grow towards it. This month was full of lessons that we gladly want to share, though not all of it is easy to put into words... Most of it creates universes I'm learning about in a different way. It may well be another trick of the ego, only to distract me into thinking it's different, it could well be the same. However, I'm peacefully aware that I'm not the same in changing who I am, but the same as I was created... With that I will, somehow,  find the words, that aren't really mine, to give what I'm given  as I grow and learn with you too...
Love, Dja 

Tantas coisas aconteceram este mês, gostaríamos de pedir desculpas pela ausência. É prioridade compartilhar nossas experiências de amor e/ou a falta dele, de modo que possamos continuar a crescer na direção do amor. Este mês foi cheio de lições que teremos o prazer em compartilhar, embora nem sempre seja fácil colocar tudo em palavras... Em resumo, estes acontecimentos estão criando universos de aprendizados para mim, desta vez, de uma maneira diferente. Pode muito bem ser um truque do ego, para distraí-me a pensar que se trata de algo diferente, tudo pode até ser o mesmo. No entanto, estou em na paz em sentir que eu não sou a mesma, tentando mudar quem sou, mas a mesma desde o momento da "minha" criação... Com isso eu irei, de alguma forma, encontrar as palavras, que não são realmente minhas, para dar o que me é dado enquanto cresço e aprendo com você também ...
Com Amor, Dja

Friday, May 17, 2013

At Service - A Serviço

Serving through inspiration...
Love, Dja


Servindo através da inspiração...
Com Amor, Dja

Monday, April 22, 2013

PAI NOSSO EM ARAMAICO - Pelo Dia Da Terra

Pai-Mãe, respiração da Vida,
Fonte do som, Ação sem palavras, Criador do Cosmos!
Faça sua Luz brilhar dentro de nós, entre nós e fora de nós para que possamos torná-la útil.
Ajude-nos a seguir nosso caminho
Respirando apenas o sentimento que emana do Senhor.
Nosso EU, no mesmo passo, possa estar com o Seu,
para que caminhemos como Reis e Rainhas
com todas as outras criaturas.
Que o Seu e o nosso desejo, sejam um só,
em toda a Luz, assim como em todas as formas,
em toda existência individual, assim como em todas as comunidades.
Faça-nos sentir a alma da Terra dentro de nós,
pois, assim, sentiremos a Sabedoria que existe em tudo.
Não permita que a superficialidade e a aparência das coisas do mundo nos iluda,
E nos liberte de tudo aquilo que impede nosso crescimento.
Não nos deixe ser tomados pelo esquecimento
de que o Senhor é o Poder e a Glória do mundo,
a Canção que se renova de tempos em tempos
e que a tudo embeleza.
Possa o Seu amor ser o solo onde crescem nossas ações.
Que assim seja !!!

É desta oração que derivou a versão atual do "Pai-Nosso", a prece ecumênica de ISSA (Jesus Cristo).
Ela está escrita em aramaico, numa pedra branca de mármore, em Jerusalém / Palestina, no Monte das Oliveiras, na forma que era invocada pelo Mestre Jesus. O aramaico era um idioma originário da Alta Mesopotâmia, (séc. VI ac), e a língua usada pelos povos da região.

"Abwun d’bwashmaya
Nethqadash shmakh
Teytey malkuthakh
Nehwey tzevyanach aykanna d’bwashmaya aph b’arha.
Hawvlan lachma d’sunqanan yaomana.
Washboqlan khaubayn (wakhtahayn) aykana daph khnan shbwoqan l’khayyabayn.
Wela tahlan I’nesyuna
Ela patzan min bisha
Metol dilakhie malkutha wahayla wateshbukhta
l’ahlam almin."
Ameyn

Jesus sempre falava ao povo em idioma aramaico.
A tradução direta do aramaico para o português, (sem a interferência da Igreja), nos mostra como esta oração é bela, profunda e verdadeira, condizente com o Mestre Jesus.

 
Fonte:
Mestra de Cerimônia / Nicoli Miranda

Love/Amor, Dja.

Sunday, April 21, 2013

Silent Song - Silenciosa Canção

 
 
 She is lying on the earth,
Watching feathers dancing in the wind.
They are drawing circles and waves.
She smiles,
That breeze wants to show it's magic...
Following the rhythm of an ancient song,
It sings a path hidden only to the eyes.
It's inside her...
He pulls her up to them,
Now she is dancing too,
Expanding in the heights of freedom,
Diving in the waves of that silent song.
Love, Dja.

Ela está deitada sobre a terra.
Penas dançam ao vento,
Desenhando círculos em ondas.
Ela sorri,
Aquela brisa quer mostrar sua magia ...
Seguindo o ritmo de uma canção antiga,
Cantando um caminho oculto apenas aos olhos.
Est
á dentro dela...
Ele a traz até eles,
Agora, ela 
também está dançando,
Expandindo em liberdade,
Mergulhando nas ondas daquela silenciosa canção.
Com Amor, Dja

Thursday, April 11, 2013

Documentário - Documentary


Vamos fazer uma bacia de pipoca e relaxar pra assistir este excelente documentário!!
Com Amor, Dja
P.S. Se a legenda não aparecer imediatamente no início do vídeo, basta apenas apertar o pequeno botão (cc) que aparece embaixo, do lado direito do vídeo, quando voce move o cursor sobre o vídeo.
                                         ************************************
Let's get some popcorn and relax while watching this excellent documentary!!
Love,Dja



Friday, April 5, 2013

Practicing - Praticando

It's been a month since I've began practicing the exercises from the book A Course In Miracles.. Most of it, if not all of it, this far, exposes the old conditioning of our "programed" thoughts. How interesting finding the huge difference between 'knowing' that and conscientiously experimenting and experiencing it. There are loads of exercises left for me to practice but I thought I would share "my" initial perception.
Love, Dja

um mês comecei a praticar os exercícios do livro Um Curso Em Milagres.. A maior parte, se não todos eles, até agora, expõe o velho condicionamento dos nossos "programas" de pensamento. Muito interessante ir encontrando a enorme diferença entre "saber" disso e conscientemente experimentar e experienciar isto. Ainda há muitos exercícios para praticar, mas eu pensei em partilhar esta "minha" percepção inicial.
Com Amor, Dja

 

Saturday, March 30, 2013

Jesus

Pensando No Irmão Jesus E Suas Lições... _/\_ Namastê
Thinking In Our Brother Jesus And His Lessons ... _/\_ Namastê

Love, Dja

Saturday, March 23, 2013

World Cup - Copa Do Mundo

Este é o preço a pagar pela Copa Do Mundo??
Podemos todos realmente celebrar isto? 
This is the price to pay for the world cup??
Can we all really celebrate it?






Friday, March 15, 2013

Genuíno

Enquanto o tempo fabrica as façanhas do que não existe, nos perdemos ao acreditar nele.
Perdidos e sozinhos nos dividimos em fragmentos para proteger-nos de quem somos, como se o que somos fosse a pior miséria, indigno de existir... Todos enganados e tolos, procurando a saida de onde só ha amor. Bêbados no veneno da dor que corrói a alma, presos entre máscaras e disfarces da ilusão que criamos. Facilmente manipulados pelo rancor da separação, somos capturados numa ambivalência perpétua de que todos sabemos apenas no outro, quase nunca em nós mesmos...
Com Amor,
Dja