Sunday, June 10, 2018

Child - Criança




As many of You, parts of me, my own freedom...
At last when 'you' can see with these eyes - Child, you can not astray.
My own existence in each and every ONE of you, as in me, right here, on my Navel...
Essential Essence transcending explanation.
I see transparently, crystal clear beyond all invented 'barriers' and 'disorders' for I'm all that too - I and 'you'...
Yes, and You Know IT, as I do...
Perfectly Intact is OUR Meeting - 'Time and Space' does not interfere with Love, nor could anything else. For when Love is "There", WHO would Know of it's lacking?
Again and Again, right "Here" is all there is....
Everything in such a 'tiny' realization, 'my' only request.
For I long and patiently wait for ALL MY TINY LITTLE PIECES to mend so I can be only ONE with THE WHOLE YOU that we dreamed together - only a dream, innocent child - nothing to forget but, to Remember...

-Dja Pierce
 


Thursday, May 17, 2018

Luz - Light





LUZ

O ‘não saber’ protegeu a menina para ‘não ver’ 
todos os ‘monstros’ de um certo caminho...
O medo era de uma ‘desconhecida’ solidão, 
pois o caminho era mesmo dela Sozinha, então... 
O não saber também era medicina, de outra maneira, 
como poderia ela aprender quando menina?
Ela mapeando universo, pois se aprende no caminhar 
– Que monstros são estes que estais a falar?
A menina que calada via tudo mudar, lembraria de tudo 
- Se ela quisesse lembrar...
Foi de frente ao “quarto escuro” que no sonho Ele veio falar 
- Era mesmo tão escuro que ela não queria entrar...
Ainda está aprendendo sobre ‘o que’ “ ela nunca quis amar”
- Todos os ensinamentos e ilusões a des-vendar...
Na ilusão de tempo ainda estamos a caminhar 
– E aquele quarto escuro “quando” é que vais entrar? 
Aquele Amor e Consciencia não precisava nem explicar – quanto ao tal quarto continuo a meditar...
Ha! “Consciência Intuitiva”, que outra forma Ela poderia Dar (hashtag não vai funcionar)? Uns intuem o que é certo, outros Certamente Intuem Amar...
Desde aqui um beijo e aquele abraço circular - coração aberto e muita poesia, o Amor sabe cantar...
Uma visão do que foi visto 
Antes de ver dentro, do quarto. 
Ela nem sabe mais se é escuro, se é, quarto...
Um aroma incenso e cabelos longos, 
Cacheados ou ondulados, folhas, ervas nos ninhos. 
Flores e maranhados, raízes e tribos, lâmpadas e carinhosos recados, 
Bordados com lama, secos ou crespos, curtos e passarinhos... 
Fogo e lodo, água na terra, quadril e crânios pontudos, nenhuma guerra mas, coloridos e cascudos. 
Decorados os de agora e também os de antes... 
Cabelos...
Lisos prateados, cores fora do -spectrum- plantados na barriga da Amazônia – Sacred Universe of Humanity, Vilas e Tribos (Nenhuma Colônia). 
Mulher Amor,  te amo... e respeito teu lar...
Sei que o fazes, o que te faz duvidar?
Não duvido nem acredito pois tudo é relativo neste mundo e lugar.
Eu penso do meu jeito, sinto e reconheço ao meu modo e continuo a questionar...
Afinal estou aqui e ali, nada fixo tudo quântico e espetacular!
Pois bem, foi apenas isso que vim para escutar – tua gloriosa glória e tudo que estais a cantar.
Dorme, dorme criança
Nada te vai passar...
A saudade sempre carrega o sabor e a doçura 
De tuas poesias de amor e de todas as tuas loucuras...
Um beijo no umbigo e outro na testa, continua o caminhar 
Estarei nas entrelinhas, em outro momento voltamos a falar...

-Dja Pierce


Healing - Curando-se







Love, Dja

Wednesday, May 2, 2018

Wonder Guri - Guri Maravilhoso

by one of them... The Movie.
por uma delas... A Música.




-

O Meu Guri by Chico Buarque
Quando, seu moço, nasceu meu rebento
Não era o momento dele rebentar
Já foi nascendo com cara de fome
E eu não tinha nem nome pra lhe dar
Como fui levando, não sei lhe explicar
Fui assim levando ele a me levar
E na sua meninice ele um dia me disse Que chegava lá
Olha aí Olha aí 
Olha aí, ai o meu guri, olha aí 
Olha aí, é o meu guri
E ele chega
Chega suado e veloz do batente
E traz sempre um presente pra me encabular
Tanta corrente de ouro, seu moço
Que haja pescoço pra enfiar
Me trouxe uma bolsa já com tudo dentro
Chave, caderneta, terço e patuá
Um lenço e uma penca de documentos
Pra finalmente eu me identificar, olha aí
Olha aí, ai o meu guri, olha aí 
Olha aí, é o meu guri
E ele chega
Chega no morro com o carregamento
Pulseira, cimento, relógio, pneu, gravador
Rezo até ele chegar cá no alto
Essa onda de assaltos tá um horror
Eu consolo ele, ele me consola
Boto ele no colo pra ele me ninar
De repente acordo, olho pro lado
E o danado já foi trabalhar, olha aí
Olha aí, ai o meu guri, olha aí 
Olha aí, é o meu guri
E ele chega
Chega estampado, manchete, retrato
Com venda nos olhos, legenda e as iniciais
Eu não entendo essa gente, seu moço
Fazendo alvoroço demais
O guri no mato, acho que tá rindo
Acho que tá lindo de papo pro ar
Desde o começo, eu não disse, seu moço
Ele disse que chegava lá

Olha aí, olha aí 
Olha aí, ai o meu guri, olha aí 
Olha aí, é o meu guri

(...Love, Dja)



Wednesday, April 25, 2018

Only Human - Apenas Humana


Solitary poet,
Silent witch,
Stoic wolf…
Long eon’s friends,
Friends not bound to time,
Time beyond its invention, friends…
No line of restriction,
Whole of every essence,
Distracted by nothing…
Lives like Tarot cards,
Fragments not Intuition,
Redundant or incomplete…
‘My’ tools are mine,
‘Your’ judgment is not.
Their separation ideas are neither, mine nor yours.
(Come Closer)…
A good cup of tea is good, no matter where you drink it.
Less to carry if only good tea.
A good cup of coffee however, is best in Olinda, Brasil.
Home to history mud and mud crabs,
The wind there whispering life, stories, music…
…After all, only human.
Good Human.

-Dja Pierce